O que você faz da vida? Ô Perguntinha F….

por

question-mark1anngelo

Quando te perguntam: “O que você faz da vida?”

É comum a pessoa responder: “Eu sou, faço tal coisa.”
É simples.

Vamos a um exemplo prático?

O que você faz da vida?
– Eu sou médico.
Ah, que legal. Qual sua especialidade?
- Sou ginecologista.

Pronto. Tá explicado.
(Se o assunto se aprofundar, vai depender da conversa…)

Quando você trabalha com publicidade, especificamente em Redes Sociais, a mesma resposta NÃO funciona.

O que você faz da vida?
- Eu sou publicitário.
Ah que legal, e o que você faz?
- Trabalho com Social Media/ Redes Sociais.

Ok. Senta que lá vem história.

Antes de me aprofundar, gostaria de recomendar a vocês um livro que me ajudou a chegar às conclusões que escreverei adiante. Leiam “Desvendando os segredos da linguagem corporal” best seller do Allan Pease.

Quando me perguntam o que faço,é batata ver um enorme ponto de interrogação vermelho brotar na cabeça das pessoas. Na maioria das vezes é nítida a “mudança corporal” que resultam da minha resposta.

Imagino uma série de perguntas, respostas, “Que diabo é isso”, “Acuma?”, “WTF” e várias teorias explodindo como fogos de artifício em suas mentes.

Não se esqueçam: o corpo fala.

E que depois se sintam desconfortáveis por não terem a menor idéia do que seja trabalhar com Redes Sociais.

Para amenizar o desconforto, é chato. Eu tento explicar de uma forma mais prática possível o que eu faço. Mesmo as pessoas tendo Orkut, Facebook e de já estarem de alguma forma ligadas profundamente às Redes Sociais não conseguem entender o que é trabalhar na área.

Imagina você dar um Workshop de Social Media para cada pessoa que você conhecer na vida? Definitivamente, não dá.

Com o passar do tempo e o know-how conquistado das inúmeras vezes que tentei explicar, acabei contando com um repertório de respostas para cada nível de público, com sua respectiva graduação alcoólica.

That’s Good!

Quando uma nova pessoa é apresentada a você e seu grupo de amigos, acontece um fato muito inusitado.

Pelo menos com os meus amigos é assim: no ímpeto de te ajudar, eles que já tem uma “noção” maior do que você faz, acabam fazendo literalmente um trabalho de RP por você.

Juro. É sério.
A galera tenta explicar das mais diversas formas o que você faz.  Cada um, à sua maneira, consegue explicar por ângulos diferentes o que faço. É muito engraçado que depois desse texto todo e, é bizarro isso, consegui chegar quase na explicação da “essência” do que é Social Media.

E aí, você conseguiu pegar o espírito da coisa?

Agora, assista ao vídeo abaixo.

E aí, o que você faz da vida?

About these ads

Tags: , , , , , , , , , , ,

4 Respostas to “O que você faz da vida? Ô Perguntinha F….”

  1. Rina Pri Says:

    outro livro muito bom sobre linguagem corporal é “O Corpo Fala”. Nao lembro o autor, é mais antigo q esse do Allan Pease, mas é ótemo….
    Eu tb tenho esse problema. Depois do “jornalista” vem o “e trabalha onde?”. Daí a minha historinha começa… rsss

  2. Rosângela Martins Says:

    Pois é, trabalhar com Social Media não é fácil e muito menos simples de se explicar, ai de forma simples respondo: Faço mkt e relacionamento no Orkut, twitter, blogs, geração de conteúdo, etc, etc, etc

    Adorei o post, criou identificação rsrs.

    bjs

  3. Gustavo Nogueira Says:

    Certa vez o Cris Dias falou – não me recordo se via blog, twitter ou pessoalmente – que quanto mais difícil é explicar o que você faz, mais interessante e ampla é a sua formação e profissão. “Você é médico e trabalha na área de ginecologia?” ganha uma resposta “Ah, OK”. Mas quando você diz que “é publicitário e trabalha com redes sociais” geralmente leva um “WTF?!” porque, por mais que as pessoas já participem de redes sociais, muitas delas ainda não estabeleceram seus proprios conceitos sobre as áreas.

    Você trabalha com publicidade em criação de anuncios para midia impressa? “Ah, OK, é o rapaz que tenta me convencer a comprar aquelas jóias na contracapa da Veja”. Por mais que isso não seja o que você faça, as pessoas já tem seus conceitos pré estabelecidos. Seus preconceitos, porque não.

    O divertido de se atuar em mídias sociais é que, acima de tudo, você é um evangelizador. Seja através do seu trabalho, seja através dos workshops que dá na hora em que desconhecidos perguntam o que você faz ou seja conquistando os seus amigos para que eles também saibam como apresentar as mídias sociais e a sua profissão quando questionados.

    E gerar e potencializar essas experiências sociais são o que nós profissionais da Social Media fazemos, né :)

    P.S.: Acho que preciso voltar a blogar. Meus comentários em posts dos outros já estão ficando extensos demais…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: